OceanOne: o Robô Que Explorará as Profundezas do Oceano

95f8205c3f

Em uma de suas buscas mais recentes, o robô OceanOne
recuperou tesouro intocado por mais de 400 anos

O robô mergulhador, através de um algoritmo que busca objetos com formato de uso humano, encontrou um tresouro do naufrágio do navio do rei francês Luis XIV, perdido há aproximadamente 400 anos. O OceanOne explorará as áreas que são perigosas para humanos e desvendará as áreas ainda não visitadas do oceano.

O robô, durante a descoberta do tesouro, estava sendo controlado remotamente por seu projetista, Oussama Khatib, professor de ciências da computação na Universidade de Stanford. Junto de seus alunos, montou o primeiro protótipo do robô, do qual espera-se que revolucione investigações marítmas. O projeto teve inspiração na necessidade de acessar recifes de coral no Mar Vermelho, que ficam em profundidades além das capacidades humanas de exploração.

OceanOne, que suporta mergulhos de até 1000 metros de profundidade, foi desenhado para trabalhar em conjunto com humanos ou em expedições independentes. Equipado com inteligência artificial, oito propulsores multidirecionais, além de sensores que permites distinguir objetos que o robô achar entre pesados e leves; e que também determinam a força com qual os braços articulados o levantarão: força suficiente para pegar o objeto, mas sutil de maneira a não quebrá-lo. Essa característica foi desenvolvida especificamente para lidar com corais delicados.

Comentários

Fale conosco pelo telefone (11) 2925 2901 ou Clique Aqui