Ela é a maior especialista do mundo na combinação de tons e padrões na decoração. Em 1970, a inglesa Tricia Guild começou a juntar estampas indianas, e suas combinações ganharam o mundo. A Designer’s Guild exporta seus produtos para mais de 60 países em arranjos que exploram o que há de mais inusitado na decoração. Veja a seguir as novidades da nova coleção e aprenda a juntar tons, estampas e padrões

Uma vez que a cor invade seus olhos e entra no seu cérebro, torna-se uma sensação e uma experiência. Mas as reações são muito pessoais. Um azul pálido pode parecer gelado para uma pessoa, enquanto outra pode achar quente e aconchegante. Cor-de-rosa pode parecer romântico para uns e infantil para outros. A cor está diretamente ligada à emoção: vemos vermelho quando estamos irritados, azul diante da tristeza e verde quando sentimos inveja. A cor também nos afeta fisicamente. O vermelho desperta os batimentos cardíacos, aumenta a pressão arterial e o ritmo da respiração. Da mesma forma, a densidade dos padrões e estampas dispostos num determinado cômodo também pode causar relaxamento ou agitação. Por isso, a combinação de cores e padrões deve ser harmônica e pensada de acordo com a sensação que se deseja despertar no espectador. 

Monocromia é a chave para acertar na combinação. É possível juntar diversos padrões e estampas num mesmo espaço se forem do mesmo tom. O exemplo ao lado mostra dois modelos diferentes de tecido sobrepostos de forma harmônica. Mas o uso de um único tom pode tornar os espaços monótonos. Antes de comprar quaisquer objetos ou confeccionar cortinas, defina uma paleta básica de cores para cada ambiente. O segredo para acertar na combinação é respeitar à risca o conjunto de tonalidades escolhidas antes de comprar qualquer item de decoração. Veja alguns exemplos de convivência de padrões.

Comentários

Fale conosco pelo telefone (11) 2925 2901 ou Clique Aqui